quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Libras: regulamentação pode ampliar ofertas de emprego para tradutores.

Por Silmara Cossolino

Uma boa noticia para os profissionais que atuam como tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais – Libras: com a regulamentação da profissão (Lei 12.319/10), a expectativa é de que o mercado disponibilize maiores oportunidades de empregos.
Bem requisitados, os salários podem variar atualmente entre R$ 2 mil a R$ 4 mil, dependendo da organização em que atuam. “A partir de agora, nos uniremos em busca de nossos direitos, já que somos profissionais regulamentados”, comemora Hélio Fonseca de Araujo, profissional da área de intérprete.
Sancionada no começo do mês, a Lei passou com vetos nos dispositivos que previa, posteriormente, a criação de um Conselho Federal e de Conselhos Regionais para fiscalização do exercício profissional. A exigência de curso superior em Tradução e Interpretação, com habilitação em Libras, para profissionais que ingressarem no mercado a partir de 2016 também foi vetada.
“Faço um curso de pós graduação em tradução e interpretação, o que me auxilia a refletir sobre a Libras e interpretação. A formação superior, a formação pedagógica para quem vai atuar em sala de aula e uma formação em lingüística, como acontece com os interpretes de língua oral, são muito importantes”, avalia Araujo. Para ele, a criação do Conselho – outro dispositivo vetado – ajudaria a organizar melhor a categoria.
Os profissionais da área de Libras podem trabalhar, por exemplo, em serviços especializados de eventos, congressos e seminários, de atividades empresariais variadas, da administração pública, em empresas, universidades, fundações e outras instituições, de caráter público ou privado. Segundo a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a maioria dos tradutores e intérpretes trabalha como autônomos, seja de forma individual ou em grupos, por projetos, podendo desenvolver suas atividades também a distância.

fonte: http://blog.mte.gov.br/?p=3635

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Graduado em Pedagogia; Pós Graduação em Tradução/Interpretação e Docência em Língua Brasileira de Sinais; Certificado pela UFSC/MEC em Proficiência em Tradução e Interpretação de Libras/Língua Portuguesa- PROLIBRAS; UFSC/MEC em Proficiência no Uso e no Ensino das Libras- PROLIBRAS; Intérprete de Libras em comerciais TVS; programas da Rede Record; Telecurso 2000 e do Tecendo o Saber da rede Globo. Ganhou notoriedade durante a copa do mundo em 2014 fazendo adaptações para um surdocego acompanhar a copa! Trabalha há 9 anos como guia-interprete para surdocego e atua há mais de 15 anos como instrutor, intérprete, palestrante e consultor na área de tradução e interpretação da Língua Brasileira de Sinais.